Actions

Work Header

Kamen Rider Excite Prime

Chapter Text

— Boa noite Detroit. Eu sou Kemp Bray e está começando mais um Detroit at Night. — ouve-se palmas e gritos da plateia — Esta noite, eu irei entrevistar um convidado muito especial. Ele nasceu no pequeno vilarejo de Paw Paw, mas ainda na juventude, descobriu um enorme talento, a qual usaria no futuro para elevar a nossa cidade para o que ela é hoje. Com vocês, o professor Isaac Sumdac.

 As luzes do estúdio se acenderam, revelando a imagem de Isaac Sumdac sentado em uma poltrona vermelha ao lado direito. Um grande telão, mostrando o logo do programa era o cenário de fundo.

Muitos gritos e palmas ecoavam da plateia. A banda do programa, tocava um leve som emitido por saxofones, guitarras e bateria.

Kemp Bray foi caminhando para a poltrona da esquerda, e sentou-se. Levantou os braços e fechou as mãos, silenciando a plateia e a banda.

— Professor… primeiro quero agradecer por ter aceitado o convite da produção, e de meu próprio para vir ao nosso programa.

— Obrigado, obrigado, mas acho que não é para tanto…

— O que é isso, professor? Para mim é uma honra. Mas vamos para a entrevista que é o que interessa. — uma pausa — Professor, poderia nos contar, como o senhor iniciou todo o processo de construção de seus robôs? De onde veio a ideia de criar automatons?

— Bem… digamos que a ideia veio, de repente. — disse, piscando o olho direito para Kemp, e depois para a plateia, a qual, deu pequenas risadas.

— Oh, é claro. Um grande gênio nunca revela os seus segredos.

— Mas… digamos que Detroit precisou desses automatons. Antes da virada do século, o que a cidade era? Um monte de lixo. Casas abandonadas, prédios em ruínas, a economia quebrada…

— Então… o senhor acha que “salvou” Detroit…

— Não. Eu não salvei Detroit. Eu ajudei Detroit a voltar a ser o exemplo que era no século XX.

— Bom, isso é verdade. Nossa cidade é pioneira na construção de robôs. O mundo inteiro quer consumir as máquinas construídas na Sistema Sumdac. Mas… o senhor não teme que estes robôs no futuro… possam criar inteligência?

— Bem… se eles ganharem consciência, que sejam livres. Eu não controlo o que eles pensam. A minha responsabilidade é fiscalizar suas construções… eles têm as três regras da robótica, criada pelo meu chara Isaac Asimov já em seus processadores… 

— Mas se eles se voltarem contra a humanidade? O senhor precisa entender que… máquinas, podem ser tão maléficas quanto benéficas. Veja só o exemplo que temos com aqueles robôs humanoides que vieram do espaço. Aliás, professor… o que eles são de verdade? Nunca tive oportunidade de conversar com algum deles… queria até entrevistar o líder.

— Os Autobots? Não. Eles não são uma ameaça. Muito pelo contrário. São os heróis da nossa cidade. A verdadeira ameaça são os tais Decepticons. Eu sou amigo pessoal do líder, Optimus Prime, e pode ter certeza de que eles são confiáveis e leais. Vão proteger a nossa cidade de qualquer ameaça que possa prejudicar a humanidade.

— Vamos para os comerciais? Eu sou Kemp Bray e no próximo bloco, voltaremos para a nossa entrevista com o grande Isaac Sumdac. Não saia daí. Detroit at Night volta já.